São Carlos, Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019

 

NewsLetter
 
 

Projeto visa beneficiar a educação a distância da UFSCar

 
 
 
Desde 2007 a UFSCar oferece o Sistema UAB de educação a distância aos alunos que, por algum motivo, não têm condições de frequentar aulas presenciais. A ideia é que essa seleção permita a todos os alunos o acesso à educação pública, gratuita e de qualidade, fazendo com que mesmo aqueles que não têm condições de ter um computador com internet possam prestar o vestibular. Como o Sistema UAB é desenvolvido em parcerias entre o governo federal, as instituições de ensino públicas e os governos municipais, quem não tem internet em casa pode realizar suas atividades nos Polos de Apoio Presencial. Esses Polos são infraestruturas que dão suporte a educação a distância nos municípios onde os estudantes moram e contam, entre outros recursos, com bibliotecas, laboratórios de informática, auditórios e tutores. Cada Polo oferece cursos de várias universidades e sua estrutura mínima é mantida pela prefeitura, ao mesmo tempo em que as instituições negociam com essas prefeituras e com o MEC outras melhorias, a serem implantadas ao longo dos anos. A UFSCar, visando implementar um padrão de qualidade aos seus polos, desenvolveu o Projeto de Reestruturação dos Polos de Apoio Presencial, coordenado pelas professoras Denise de Abreu-e-Lima, da SEaD-UFSCar (Secretaria de Educação a Distância da UFSCar) e Sandra Abib, responsável pela Gestão dos Polos. O projeto tem como objetivo estruturar a parceria entre a UFSCar e os 20 Polos que oferecem seus cursos, corrigindo anomalias observadas desde a implantação da UAB, de forma a profissionalizar essa relação. Ele surgiu da constatação da SEaD de que os Polos não recebem a atenção necessária das universidades, que não os enxergam como parte do campus, embora tudo o que ocorra lá seja juridicamente considerado ambiente universitário. Devido a isso a UFSCar resolveu este ano ser pioneira em conduzir um projeto com prioridade a esses Polos, encontrando soluções para os problemas detectados, desde gerenciamento do próprio Polo até atividades avaliativas realizadas e conduzidas por tutores presenciais, que não são nem servidores e nem professores efetivos da UFSCar. Há também uma preocupação da SEaD em fazer o material didático chegar aos Polos com mais celeridade, já que, além de o envio acarretar altos custos para a universidade, muitas vezes o recebimento dos materiais pelo aluno é tardio. A expectativa do projeto é chegar em 2012 com outra visão sobre o que é um Polo de Apoio Presencial, de forma a atender aos parâmetros de qualidade da UFSCar, tanto em termos de apoio administrativo, quanto pedagógico, com vistas a melhorar a relação entre as instituições responsáveis e evitar os conflitos possíveis quando há gestão compartilhada. Além disso, espera-se beneficiar a educação a distância como um todo na medida em que o projeto desenvolverá certos procedimentos, do ponto de vista da gestão estratégica, que poderão ser seguidos por qualquer universidade interessada.
 
   
 
 
Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Rodovia Washington Luís, km 235 – Caixa Postal 147
CEP: 13565-905 – São Carlos, SP
Telefone: (016) 3351-9000 Fax: (016) 3351-9008
CNPJ: 66.991.647/0001-30    I.E.: 637.148.460.118
e-mail: fai@fai.ufscar.br