São Carlos, Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020

 

 

Notícias
 
 

Finep e Sebrae preparam chamada de R$ 44,5 milhões para micro e pequenas empresas

 
 
  Fonte: Jornal da Ciência E-mail, 16/03/2006  
 
  Assessoria de Comunicação da Finep  
 
  O anúncio foi feito por Paulo Alvim, gerente do Sebrae Nacional, durante o 3 Fórum Finep de Inovação Tecnológica, dia 15 de março em Cuiabá (MT). Alvim lembrou que iniciativa semelhante da mesma parceria recentemente apoiou 69 projetos, beneficiando 314 MPEs (micro e pequenas empresas) com recursos da ordem de R$ 30 milhões.
“Em abril pretendemos organizar um mutirão de orientação às MPEs para ajudar na confecção dos projetos e propostas”, disse Alvim.
O Fórum antecedeu o lançamento do Prêmio Finep na região Centro-Oeste, em evento que reuniu cerca de 200 pessoas na sede da FIEMT - Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso.
“O interesse da Finep nos mostra a necessidade que o setor industrial tem de incentivar os empresários a investirem em inovação. Nosso estado, que é jovem, deve procurar cada vez mais fazer esses investimentos em CT&I para que possamos dar um passo adiante em nossa industrialização”, disse Nereu Pasini, presidente da FIEMT.
Os cases apresentados confirmam que vale a pena. José Vilane, diretor comercial da Apilani, mostrou os inúmeros frutos que sua empresa colheu e as possibilidades da inovação como caminho para a inclusão social.
Dedicando-se à apicultura inicialmente como terapia ocupacional, sua família acabou desenvolvendo o primeiro cilindro alveolador de cera brasileiro - na ocasião só existiam seis deles no Brasil, alguns já funcionando mal.
A máquina, antes fabricada só na Alemanha, é estratégica para esse mercado e foi premiada diversas vezes. Hoje, só Alemanha e Brasil dominam o processo de fabricação dos cilindros, exportados pela Apilani desde 1991.
Já no Projeto Iraquara, desenvolvido com índios de Boa Vista do Ramos (AM), as inovações feitas pela Apilani para adaptar alguns equipamentos serviram para viabilizar a produção de mel na comunidade.
“A inovação tecnológica está possibilitando a implantação de uma atividade de geração de renda, que aumenta a auto-estima da população local e evita a devastação da floresta provocada por outros tipos de atividade econômica desordenada praticados anteriormente”, conta Vilane.
Mas P&D também faz bem para o bolso. “Inovação representa efetivamente um aumento significativo de faturamento”, diz Alexandre Hara, Gerente de P&D e R&D Manager da Bematech. Ele relatou que a empresa faz um investimento médio de 5,5% da receita líquida em em P&D, mas o resultado foi um crescimento médio no faturamento de 27% nos últimos 5 anos.
“Vale a pena. Hoje quase 50% do faturamento global da empresa vem de produtos lançados nos últimos três anos, graças aos investimentos em inovação”, diz Hara.
A Bematech, assim como a Apilani, já foi vencedora do Prêmio Finep e ambas destacam também o ganho em recursos humanos que vem junto com o troféu.
“É um mecanismo de motivação interna muito grande, serve para a valorização dos colaboradores, que quando vêem o troféu se sentem parte do trabalho e vibram juntos”, explica Hara. “O colaborador acredita mais na empresa, além da premiação angariar o respeito dos concorrentes”, diz Vilane.
O Fórum contou ainda com apresentações sobre o sistema local de fomento à inovação, feitas por Adnauer Daltro, secretário adjunto de C&T do MT, Antônio Carlos Camacho, presidente da Fapemat - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso, e Carlos Vieira, gerente de planejamento estratégico da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso.
Pela Finep, seu superintendente da Área de Articulação Institucional, Carlos Ganem, falou sobre as linhas de financiamento da empresa, enquanto Ricardo Gattass, superintendente da Área de Universidades e Instituições de Pesquisa, traçou um panorama sobre CT&I no Brasil, destacando as dificuldades causadas pelo contingenciamento de recursos.
Também estavam presentes Ilma Grisoste, secretária de Estado de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, e o reitor da UFMT, Paulo Speller, que participaram da mesa de abertura.
Durante o Fórum, o público teve acesso a balcões de atendimento personalizado, com informações sobre linhas de financiamento, busca de patentes, bolsas de fomento tecnológico e incentivos fiscais, oferecidos pela rede parceira formada pelo Inmetro, Finep, CNPq, INPI, SCT e IEL/Federação das Indústrias.
As inscrições para o Prêmio Finep de Inovação Tecnológica vão até 30 de junho e podem ser feitas por meio de formulário eletrônico disponível no site do Prêmio:

http://www.Finep.gov.br/premio/

 

 
 
  <-- Anterior     Próximo -->     Voltar  
 
 

 

Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Rodovia Washington Luís, km 235 – Caixa Postal 147
CEP: 13565-905 – São Carlos, SP
Telefone: (016) 3351-9000 Fax: (016) 3351-9008
CNPJ: 66.991.647/0001-30    I.E.: 637.148.460.118
e-mail: fai@fai.ufscar.br